Número total de visualizações de página

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Alcoutim



































Estátua do Contrabandista

"Situa-se na zona baixa de Alcoutim, junto ao rio Guadiana e é alusiva ao contrabando, que existia em toda a margem do rio. Ainda que ilícita, esta atividade foi importante como meio de subsistência dos alcoutenejos. Vivendo da pastorícia e da agricultura, com predominância na cerealicultura, os alcoutenejos trocaram muitas vezes estas atividades pelo contrabando, mais problemático e mais arriscado, mas mais rentável.Frei João de José refere no séc. XVI o comércio clandestino de gados para Castela, feito acima de Alcoutim. Sabe-se também que, em meados do séc. XVI, algumas pessoas compravam escravos para levar para Castela e que os passavam por Alcoutim, sem pagar a dizima da lei. Trigo e outros cereais, figos, ovos e gado (a carne valia mais em Espanha), entre outros, passavam perto da vila alcouteneja, nas épocas em que afluíam os compradores a Sanlucar."

Fonte; http://www.cm-alcoutim.pt